Natércio Afonso “Investigação Naturalista em Educação”


Numa época de rápidas mudanças, a instituição escola necessita de constantes reformas, de modo a acompanhar a evolução da sociedade e evitar ficar um espaço de conteúdos e práticas obsoletas.
No entanto, a escola actual é uma instituição pesada e complicada de reformar. Qualquer reforma acarreta custos elevadíssimos, não podendo o ensino partir para aventuras, baseadas em intuições individuais ou inspirações advindas de experiências pessoais, não fundamentadas por estudos e investigações bem conduzidas.
O livro “Investigação Naturalista em Educação” de Natércio Afonso constitui mais um guia importante sobre “como” fazer investigação na área da educação. Num país em que a investigação na área da educação começa agora a dar os primeiros passos importantes e a ter alguma tradição, o lançamento de guias de investigação nunca são demais. Ainda por cima quando a informação teórica do livro é fundamentada em experiências de investigação concretas realizadas nos últimos dez anos e orientadas pelo autor, no domínio da educação em Portugal.

Natércio Afonso dividiu o livro em cinco grandes partes. Parte I – Discussão dos fundamentos da investigação educacional, onde realiza uma breve caracterização das principais correntes de investigação; parte II – apresentação das principais fases de investigação (1. definição do problema de investigação, 2. revisão da bibliografia, 3. definição de opções de método, 4. conceptualização do design da investigação, 5. selecção de técnicas e instrumentos de recolha, 6. tratamento da informação empírica); parte III – Estratégias de investigação naturalista (abordagens etnográficas, estudos de caso, investigação-acção, estudos biográficos, etc.); parte IV – Inventário de técnicas e instrumentos de recolha de informação; parte V – Técnicas e instrumentos de análise e interpretação da informação empírica.
Entre os pontos positivos do livro, salientam-se a clareza da linguagem do autor e a forma como apresenta as principais opções com que o investigador se depara ao longo do processo de investigação; pela negativa, destaca-se alguma falta de sentido prático, num livro que pretende ser um “guia” de investigação, apesar de o autor dedicar cerca de 100 páginas com exercícios de aplicação e exemplos de investigações concretas. Outros livros do género conseguem ser muito mais fáceis de utilizar, nos exercícios e exemplos escolhidos.
O autor é doutorado em Educação pela Boston University (EUA) e exerce desde 1998 funções como professor auxiliar convidado na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação na Universidade de Lisboa.

A ficha do Livro

Autor: Natércio Afonso
Título: Investigação Naturalista em Educação
Páginas: 223
Editora: Asa
Assunto: Educação
1